15.7.06

Sesi Jazz & Blues (Forgotten Boys) - Sesi - 14/07/06

O novo Rock

Três horas antes de começar o show as bilheterias do Sesi já estavam distribuindo os ingressos para esta que foi a primeira apresentação do festival Sesi Jazz & Blues. Apesar disso, e da expectativa da casa de que fossem acabar os lugares com uma boa antecedência, havia bilhetes sobrando às 18h, hora do show.

Na hora marcada os Forgotten Boys começaram a soar os primeiros acordes, para testar os instrumentos. A cortina estava fechada, e ouvia-se o som deles pelos microfones e amplificadores. “Tem alguém aí atrás?”, perguntou o vocalista Gustavo Riviera, e as fãs adolescentes (em grande número) foram ao delírio. Elas gritavam sempre, e gritavam alto.

O show começou em grande estilo. Um cover da banda MC5, Kick of the jams, foi o que o público precisou para saltar de suas cadeiras e logo se aglomerar em frente ao palco.

Foi uma apresentação que se manteve intensa do começo ao fim. Forgotten Boys lembra muito a novaiorquina The Strokes, e tanto seus vocais como seu instrumental refletem esta nova tendência da música, de um rock inspirado em grandes bandas dos anos 70 e 80 como Rolling Stones e Sex Pistols, porém com um olhar blasé, do tipo “eu não me importo”.

As harmonias são simples, geralmente dois ou quatro acordes na tonalidade de Sol, com poucos solos, guitarras pulsantes e bateria non-stop. O resultado é ótimo: uma música muito bem feita, que agrada tanto àquelas fanáticas adolescentes que gritavam sem parar quanto às pessoas de meia-idade que caíram lá por um acidente; pensando que iam encontrar Jazz ou Blues.

Com repertório basicamente próprio e quase todo em inglês, banda levou a 1h e pouco de show no papo. Apesar disso, as duas músicas em português que tocaram causaram estranheza, por parecer um tanto quanto deslocadas, forçadas. Durante o show passava na cabeça que era uma pena que eles só fizessem músicas em inglês, mas quando cantaram na língua tupiniquim ficou claro que faltava muito para que estas se igualassem em qualidade às que a banda compõe em inglês.

Saí do teatro e pude, calmamente, pegar meu ingresso para o show seguinte, de André Cristovam, Andreas Kisser e Brasil Rock Stars.

Custos - Nada (fui a pé)

Nota - 8,5

Banda - Gustavo Riviera (voz e guitarra), Chuck (voz e guitarra), Zé Mazzei (baixo) e Flávio Cavichioli (bateria)

Set List:
1.Kick of the jams – 2.Rock ´n Roll – 3.Watching over you – 4.Come on – 5.Just done – 6.So so – 7.All you see – 8.All my life – 9.Every little thing – 10.Hillside – 11.Ballad of – 12.Get load – 13.5 Mentiras – 14.Não vou ficar – 15.Stoner – 16.I cry – 17.Falling high
Clique nas fotos para vê-las ampliadas. Todas as imagens desta matéria são propriedade exclusiva do Arte Free)

Um comentário:

Isadoraaa disse...

TooO na 3° fotuu genteeeeeeeeeeeee